Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
25.2.09

Cheguei a Melbourne no agora conhecido Black Saturday, senti-lhes o temor e conheci uma família que quase tudo perdeu, sobrou a roupa, as fotos de familia e meia duzia de tarecos, fogos que ainda ardem e nos próximos dias com o aumento da temperatura puderão piorar. Reencontrei mais do que um amigo, um cúmplice e a sua nova família, amigos e realidade. E está bem entregue!

 

Em Cairns tive a tortura de partilhar o upper deck do barco, três dias sob um sol abrasador, com uma norueguesa em bikini cuja sequência genética foi copiada da Anna Kournikova, quiçá até no talento para o ténis. Na água, apanhei o susto duma vida quando me cruzei com um dentuças de pontas brancas e nunca a expressão "um olho no burro e outro no cigano" me fez tanto sentido, mas afinal até era um bicho porreiro. Longe!

 

Por fim Sydney, reecontrei o meu mais brilhante pequeno gafanhoto a quem ensinei o wax in... wax off... das minhas "artes" na Cidade do Cabo à uns anos atrás. Foi divertido e quem sabe se abra alguma oportunidade laboral. A visita à Opera House é também um momento que não esquecerei, a beleza e o significado do edíficio e a sua envolvente são um fascínio.

link do post texticulos, às 11:30  (4) | comentar