Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
11.2.10

A nossa comemora-se daqui a uns meses, por ora, "festeja-se" no Irão a revolução que levou o Ay-artola-h Khomeini ao poder, depois dele outros artolas vieram. De tal maneira que parece haver necessidade de haver uma outra revolução.

 

 

Comemora-se agora os 31 anos duma revolução que pôs no poder uma horda de xenófobos, que insinuaram ao pequeno Napoleão dentro de cada persa que os males vinham do estrangeiro. Se antes o ingleses eram o alvo, agora era o resto do mundo, com incidência no malandros do costume, os EUA e Israel.

 

Isto é algo que tem feito escola durante toda a história em políticos pouco escrupulosos. Aguardo, com alguma ansiedade, o dia em que o Chavéz reclame contra o gran satan e a sua bomba de raios solares que fustigam a Venezuela com a maior seca dos últimos 100 anos.

 

 

link do post texticulos, às 18:00  | comentar

29.12.09

Foi a pandemia que quase aconteceu. E o Mugabe que quase caiu. Foi o capitalismo que quase desmoronou. E a Islândia que quase afundou. Foi a prisão de Guantanamo que quase fechou. E o Irão que quase se revoltou. Foi o tratado que quase parece com uma contituição. E o acordo que quase se assinou em Copenhaga.

 

É o ano que quase acabou. Foi o ano empata feel o'right's. P.Q.P.

 

 

Cá no burgo: Eleições, par de cornos, eleições, eleições... Ahh, e vamos ao mundial na África do Sul.

 

 

link do post texticulos, às 18:00  | comentar

11.11.09

A futebolista norte-americana Elizabeth Lambert é a encarnação do lado doce de Vinnie Jones, Marco Matterazi e Paulinho Santos, ficando apenas atrás de Zidane em jogo de cabeça.

 

 

Entretando do lado do "eixo do mal" chega um exemplo chega-nos uma equipa de rugby iraniana feminina. Que brutidão!

 

 

Realmente, não há como elas. :)

 

 

link do post texticulos, às 12:00  (4) | comentar

4.8.09

A ideia inicial de usar esta fotografia era inclui-la no post de ontem De parar o trânsito para fazer uma piada, mas achei que o autocolante merecia o post só por si.




Para a miudagem com o Kim-il, o Hugo ou o Mahmoud fica feito o aviso.

 

Os resultados anteriores não tem sido famosos ainda assim dará que pensar. Mas democracias daquelas. Pronto, fiz a piada à mesma.

 

 

link do post texticulos, às 12:00  (8) | comentar

22.6.09

Num país houve eleições, fraudes, manifestações, prisões, mortes, negociações, discussões, estrangeiros irados, ...

 

Tem um idiota no poder, não tem armas nucleares, não tem muçulmanos,.. Ahh! Então esquece...

 

 

O nome Zimbabwe, antiga Rodésia, vem destas ruínas, a mais antiga estrutura de pedra da África austral, construídas sem o uso de cimento ou algo que se pareça no sec. XI. Calcula-se que ali pudessem viver cerca de dezoito mil pessoas e ninguém sabe porque foram abandonaram estas, agora, ruínas. E a revolução?...

 

 

link do post texticulos, às 09:09  | comentar