Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
23.2.10

Houve uma altura em que fomos todos assim e depois fomos crescendo mantendo a loucura a inocência e os sonhos.

 

 

«Tinha acabado de chegar ao Alentejo uma excursão de espanhóis. Ao verem um alentejano, o guia comunicou aos passageiros:
-Ahora me voy hablar con ese portugues... - e foi ter com o alentejano:
-Hola, como to llamas?
-Toino...
-Yo también me llamo Antonio ! Cual és tu profesión ?
-Sou músico...
-Yo también soy musico... Y que tocas ?
-Toco trompete, e tu ?
-Yo también toco trompete. Una vez fue a la Fiesta de Nuestra Señora de os Remédios y toqué tan bien, que la Señora bajó del andor y empezó a llorar.
E replicou o alentejano:
-E ê fui uma vez à Festa do Senhor dos Passos e toquei tan bem, tan bem, que o Senhor largou a cruz, agarrou-se a mim e disse-me, "Ah, g'anda Toino, tocaste melhor que o c#%&#o do espanhol que fez chorar a minha mãezinha!"», foi mais forte que eu, desculpa!

 

Vê lá se para a próxima, quando cá estiveres, apitas! Muitos parabéns guapa e muitas felicidades.

 

 

link do post texticulos, às 16:00  (3) | comentar

4.12.09

Toma lá! :)

 

Vai ser mais um fim-de-semana daqueles.

 

 

Bom fim-de-semana, divirtam-se sff...

 

 

 

 

 

 

link do post texticulos, às 16:00  | comentar

25.11.09

Só um momentinho para vos dizer que estou vivo.

 

Tá tudo bem.

 

 

Até já!

 

 

link do post texticulos, às 13:00  | comentar

15.9.09

Um par de minotauros achou por bem judiar com o carácter internacionalista deste momento de reflexão pós carvalhesa.

 

Farto como um gaulês, a sibilar como uma serração canadiana e envergando o austral cruzeiro do sul, cansando como um mouro, manipulando a destreza e equílibrio própria dum faquir, este que daqui vos escreve filosofava ao nascer do sol à beira rio.

 

 

Obrigado amigos! A sério do fundo do coração e desculpem lá qualquer coisinha.

 

 

tags: ,
link do post texticulos, às 15:16  (2) | comentar

4.9.09

 

Não preciso de nenhuma capa.

 

Apenas de paciência, estômago forte e equilibrio motor

 

E amanhã um Guronsan.

 

 

link do post texticulos, às 16:07  (4) | comentar