Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
20.11.08

Estes tipos lá da Europa são uns visionários, ontem às cinco da tarde já afirmavam que os europeus mais infelizes são os portugueses. Tudo isto antes de levarmos aquela tareia da selecção brasileira de futebol. É verdade, hoje a família futebolística nacional anda de monco caído e a malta que resta pouco mais animada anda, parece-me.

 

Aquela que é chamada a geração de ouro jogava junta quase à quinze anos quando obteve resultados de monta em competições séniores, alguns deles já em final de carreira, apenas vencendo competições de júniores pela mão do mesmo selecionador que voltou a dirigir agora a selecção. Tirando alguns resultados felizes, embora dispersos o percurso é desprovido de consistência e de convivência com os melhores em competição.

 

E não existindo estratégia nem estrutura (aparte: conta o actual selecionador que o "tratante" sargentão não lhe fez a passagem de testemunho, tem razão mas só em parte, porque a federação não deveria ser apenas um edifício), esses resultados aparecessem quando uma conjunção de jogadores excepcionais, treinador sonhador e equipa federativa preparada, se alinham com o astro redondo. E como são raros estes acontecimentos. Estranho mesmo, é que estes casos parecessem acontecer quando algum bigode comanda a selecção. Estranho...

tags:
link do post texticulos, às 10:19  | comentar