Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
26.3.09

Já me tinham falado do lançamento por parte da Delta do "tea espresso" feito de rooibos, uma planta que descobri na África do Sul e da qual se faz um óptimo chá. É natural que o povo Khoi tivesse achado estranha a garrafa libidinosa caída do céu e a devolvesse depois de fadigas várias, tendo eles uma bebida bem melhor.

 

Temo apenas pelo dia em caia do céu um frasco de vegemite australiano, uma espécie de "Tulicreme" amargo para barrar no pão com manteiga, feito não se sabe bem do quê, tem muita vitamina B e por lá adoram! E como ainda não é possível digitalizar o sabor, estas cinco amigas vão-vos mostrar ao que sabe, a menina que fez as torradas, malvada por sinal, abusou na dose. Podem avançar para os 2m:30s, para ver como se desfazem amizades num apíce. :)

 

 

Primeiro estranha-se, depois entranha-se! Já dizia o poeta.

 

 

link do post texticulos, às 12:35  | comentar

De alexandra a 26 de Março de 2009 às 16:05
Os miúdos ingleses reagiram da mesma forma quando lhes deram cenouras e legumes para comer...

De texticulos a 26 de Março de 2009 às 16:39
Os ingleses só raramente são exemplo para alguem! :)

Até compreendo se os miúdos nunca comeram nem conseguem relacionar o sabor com algo que gostem é natural que tenham essa reacção. Tá visto que tenho de ir viver para a Austrália, ao fim de 10 anos estarei perfeitamente habituado à coisa. Grande ideia que me deste! Beijos! Obrigado!!

PESSOAL!!! vou-me pirar... :)


De alexandra a 26 de Março de 2009 às 16:41
Ehhhh! Não vale!