Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
30.11.09

Não sou alquista da língua, mas também acho que esta deve evoluir.

 

Algumas mudanças hão de doer mais que outras.

 

 

Doi só de olhar.

 

 

link do post texticulos, às 14:00  | comentar

De ianita a 30 de Novembro de 2009 às 15:35
A língua é um organismo vivo. Evolui. E por isso é que não falamos como os lusitanos de há 2mil anos...

Mas... as mutações da língua não são forçadas. São naturais e demoram dezenas, centenas de anos...

Este acordo ortográfico é um atentado. Porque é forçar uma evolução que não sucedeu ainda. É a antiga colónia a impor a norma, quando normalmente é o país colonizador quem a impõe.

E se no inglês existe a regra inglesa e a regra americana... por que é que no português não poderia haver a regra portuguesa e a regra brasileira?

Isto fere a vista. Como fere "ator". Como fere "eletricidade". Como fere não diferenciar a primeira pessoa do plural do presente do indicativo da primeira pessoa do plural do pretérito perfeito... deixa de existir "amámos".

Pronto. Isto é uma arbitrariedade. E acho que ainda ninguém se lembrou de avisar a língua...