Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
29.7.09
Verdadeiros homens comem um bife em sangue ao pequeno-almoço, ao almoço os restos do búfalo, caçado dias antes e ao jantar esventram um javali à mão. Nada lhe é verdadeiramente insuportável, ainda que involva a perda massiva de sangue pela quebra ou decepação de membros. E carregar pela vida as marcas na carne pela recusa em seguir as normas de segurança, porque, o verdadeiro homem sabe o que está a fazer. A dor passa mas as cicatrizes são para sempre. 
 
Homens destes não compram estantes, montam-as. Deveria haver atiradores à saída das lojas de mobiliário, para meter uma bala na perna de cada individuo, que de lá saisse a carregar mobília, que não fosse para uma mulher. Nós não, pior que espartanos. Bebemos óleo de travões e dormimos de pé. Num Mundo idílico viveríamos em cavernas, assávamos a caça na fogueira e atormentaríamos todos os ursos que cruzassem o nosso território, marcado a urina nas árvores.
 
Na verdade, já somos poucos. :)
 
 
tags: ,
link do post texticulos, às 15:50 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.