Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
Aventureiro introvertido; Sensível idiosincratico; Conversador tranquilo; Solitário na multidão; Dedicado desregrado;
texticulos@sapo.pt
4.5.09

Num blog aqui ao lado a Kitty Fane dedicou-se à arte de debulhar as modas de vestir masculinas e num gesto de desportivismo convidou os homens a replicar. E como ainda ando a decidir se escrevo num post realmente verrinoso sobre as mulheres, reponho aqui comentário que lhe deixei.

 

"Anéis e mais anéis e mais anéis e cachuchos, paro por aqui porque já começam a faltar os dedos. E mais bijuteria barulhenta, como raramente estão caladas sabemos bem onde estão. Óculos de sol façam com eles o que quiserem menos conversar com alguém com eles postos, é uma falta de cortesia que roça o vómito! Porta-chaves e porta-moedas, bolsas e carteiras e demais necessaires com Kitties, Minnies e afins revela uma infantilidade não resolvida que se dispensa. Cinturas descaidas de fisga à mostra em rabo de canalizadora, no comments. Não forçem a entrada dentro da roupa, ela acaba por cuspir para fora o excesso. Rendas guardem-nas para a intimidade do remanso. Calçem o que quiserem desde que não se queixem de frio ou de dores nos pés, aborrecimento tipico resolvido em vou-ali-entalar-um-dedo-numa-porta,-já-volto! Na praia usem o que quiserem, quanto mais revelador melhor! Para a besunta estamos lá nós! :)

Paro por aqui porque prezo muito e gostaria que nos próximos tempos as rótulas continuassem a cumprir a função para que foram criadas."

 

 

link do post texticulos, às 09:15  | comentar

De Cláudia Oliveira a 4 de Maio de 2009 às 10:38
bom texto. tu és daqueles que so usam coisas simples e confortáveis. pronto, está bem...

De texticulos a 4 de Maio de 2009 às 11:00
Ataques pessoais a esta hora da manhã...

As segundas-feiras de manhã são tramadas!

De alexandra a 4 de Maio de 2009 às 13:34
Pronto, só falho nos óculos de sol, já que não vivo sem eles de sol a sol.

Pensa que é para proteger os meus olhos lindos e para não fazer ar de vómito ou caretas afins (Não fosses pensar ser tu o real causador do/(as) mesmo/(as), ao invés dos raios de sol.).

Basicamente e salvo uma outra excepção, tudo se resume a "Usem o que entenderem mas não se queixem."

De texticulos a 4 de Maio de 2009 às 14:10
Não sejamos tão literais, se não se queixarem, pelo menos um pouquinho( um pouquinho!!!!! ) também não tem piada! :)

Quanto aos óculos, sou extremista!

De alexandra a 4 de Maio de 2009 às 14:24
Ahahah!

Quanto aos óculos de sol, a nossa relação termina aqui!

De texticulos a 4 de Maio de 2009 às 14:42
:'(

Foi tão éfemera...


De alexandra a 4 de Maio de 2009 às 17:55
:-)

De Blogadinha a 4 de Maio de 2009 às 18:47
Permissão para lambuzar, pois...

Depois dessa o meu alvo de atenção não seria propriamente a rótula. Lol

De texticulos a 4 de Maio de 2009 às 19:44
Temo que fosse passar por uma enorme provação! :P

De Blogadinha a 5 de Maio de 2009 às 15:45
Mais depressa escorregavas na dita... :)

De texticulos a 5 de Maio de 2009 às 15:54
Aiiii... essa cuja!

De Blogadinha a 5 de Maio de 2009 às 16:09
Denoto aí certa familiaridade...
É muita maionese! Lol

De texticulos a 5 de Maio de 2009 às 16:22
Kom Kariakas!!! com maionese?!? :P

De Blogadinha a 5 de Maio de 2009 às 16:33
Se o teu morango estiver no ponto, posso providenciar o chantilly... mas maionese é mais inovador!!! :P

De texticulos a 5 de Maio de 2009 às 17:10
Se não tiveres problema com a linha!? :D

De Blogadinha a 5 de Maio de 2009 às 17:43
A linha é uma falsa questão.
O importante são as curvas... ;)

De texticulos a 5 de Maio de 2009 às 18:08
Antes, o que nelas se faz!

De Blogadinha a 5 de Maio de 2009 às 18:17
Será mais o que COM elas se faz...

De texticulos a 5 de Maio de 2009 às 18:34
Nessa altura não há semiótica que resista! :D:D

De Marta a 6 de Maio de 2009 às 15:43
Tu não sabes, mas andas efectivamente à procura de problemas, amigo!!!
Genial e brilhante, merecedor de garagalhadas que ultrapassam o barulho das bijuterias!

De Lost my shoe a 6 de Maio de 2009 às 22:15
Conte-nos lá como descobre uma senhora no meio da multidão se não é pelo barulho da bijuteria.

De texticulos a 7 de Maio de 2009 às 10:06
A questão é como é que sou encontrado, sem bijuterias! :P

De Lost my shoe a 7 de Maio de 2009 às 23:03
Tudo dependerá da vontade que se tem em se ser encontrado, suponho. O que levanta uma série de outras pertinntes questões...

eXTReMe Tracker
 
federação