Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
Aventureiro introvertido; Sensível idiosincratico; Conversador tranquilo; Solitário na multidão; Dedicado desregrado;
texticulos@sapo.pt
29.1.09

Sendo português e caminhado a passos largos para o quadragésimo aniversário, estou naturalmente propenso ao pessimismo. "O pessimismo é um luxo em tempos de abundância... Em épocas difíceis, o pessimismo é indulgente e uma sentença de morte autoinfligida." Não fui eu que escrevi, foi Evelin Lindner.

 

Quando convocamos apenas destinos nebulosos e negativos cegamos para a possiblidade de sucesso e no entanto temos os motivos, as ferramentas e alguma sabedoria, falta-nos em transparência e colaboração o que nos sobra em resiliência.

 

Deixei de ver noticiários, evito sites notícias e blogs e debates de opinativa confrontação e ainda não percebo bem porque compro o jornal diáriamente. Volta-me à cabeça a ideia de chegar à junta de freguesia e devolver o cartão de eleitor e dizer "Esquecam-me!". E não devia.

link do post texticulos, às 09:27  | comentar

De alexandra a 29 de Janeiro de 2009 às 12:28
Acrescentaria que o péssimismo é o principio do fim. Tão facilmente nos faz ignorar as boas ferramentas que dispomos.

Também tenho por hábito ignorar telejornais, debates e jornais. Blogues e tudo o que refira o "estado actual das coisas" (pelo prisma de quem faz questão de mostrar cenários negros), discursos de velhos de Restelo. Dos jornais e revistas, fico pelas agendas culturais. Desde então, (sobre)vivo muito melhor.

De texticulos a 29 de Janeiro de 2009 às 17:48
Acho que vou fazer exactamente isso!

Obrigado!

De Blogadinha a 29 de Janeiro de 2009 às 17:23
Até na andropausa tens de ser precoce!

O melhor passo é sempre aquele que não teve lugar.
Se acreditarmos no caminho, mais cedo ou mais tarde ele acontece.
(Assim falou a pessimista de serviço... )

De texticulos a 29 de Janeiro de 2009 às 17:50
Não me enteres já, ainda falta meia década, menos uns dias.

Eu preferia fazê-lo acontecer, mas à falta de melhor. Contento-me! :)

De Blogadinha a 30 de Janeiro de 2009 às 16:45
Nem nunca! Sou especialista em afundanços... eheheh

O caminho é-te oferecido, a travessia pertence-te.
Palavra de blogadinho amigo: "diverte-te s.f.f."!


De texticulos a 30 de Janeiro de 2009 às 17:17
Portanto jogar à batalha naval está fora de questão!

É o que eu costumo dizer!?!

De Blogadinha a 30 de Janeiro de 2009 às 18:03
Se fores masoquista e se a água estiver fria, vou a jogo!
O costume fica por tua conta; a expressão já a usaste num e-mail.
Seja como for, a diversão nunca fez mal a ninguém...

De texticulos a 30 de Janeiro de 2009 às 18:43
Dessa estás safa! São duas coisas que evito! :P

Pelo contrário, sempre fez muito bem! :)

De Blogadinha a 2 de Fevereiro de 2009 às 19:17
Gato escaldado!!!

De texticulos a 2 de Fevereiro de 2009 às 20:36
De agua fria tem medo! :P

De alguém+ neste mar de gente a 4 de Fevereiro de 2009 às 11:35
fico feliz por ti! no news no greyness, only the one we create ahaha :)

De texticulos a 4 de Fevereiro de 2009 às 12:19
À força do sensacionalismo e de se querer ter razão, chegasse ao ponto de o ar se tornar quase irrespirável!

De alguém+ neste mar de gente a 4 de Fevereiro de 2009 às 12:36
porque força de se querer ter razão? os media? acho que é mais a força de se querer ser sensacionalista! quando as únicas sensações que pairam já são mornas de tão poucoa novidade que trazem... o frio, a chuva e a crise. poupem-me. a crise tento não pensar nela. a chuva... será que param os telejornais da inglaterra ou da bélgica para anunciar que está frio e chuva?? os telejornais revoltam-me, sem dúvuda :)

De texticulos a 4 de Fevereiro de 2009 às 12:41
A questão de se querer ter razão prendia-se com os blogs de opinitiva confrontação! :) E sim o sensionalismo esse imputo aos média.

eXTReMe Tracker
 
federação