Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
Aventureiro introvertido; Sensível idiosincratico; Conversador tranquilo; Solitário na multidão; Dedicado desregrado;
texticulos@sapo.pt
23.10.09

À milénios que o tempo passa ao ritmo que mais lhe convêm, nada importado com o resto à sua volta.

 

 

Não é uma almofada, é um recurso intangível que podemos ignorar ou gastar. Não o devemos  nem podemos manipular ou controlar.

 

Para quem acredita na física, a separação entre o passado, o presente e o futuro é apenas uma ilusão, escreveu Einstein. Para os outros, gozem o fim-de-semana, digo eu!

 

 

link do post texticulos, às 16:02  | comentar

De Paulo Lontro a 23 de Outubro de 2009 às 17:51
bom fim de semana para ti !

De ianita a 23 de Outubro de 2009 às 23:25
Precisamente.

O Passado já foi. O Amanhã nunca chega. Só existe o hoje, o aqui e agora.

Mas... (há sempre um mas). O Passado e o Futuro existem de facto, na medida em que vivem no presente. Ou seja, o meu Passado e o Futuro que eu quero, condicionam o meu Presente. E, por isso, existem...

Se reparares, usamos as mesmas expressões para localizações no Tempo e no Espaço. Ou seja, alguém algum dia no Passado, achou que era boa ideia materializar o Tempo, usando formas de expressão mais concretas. Como as fronteiras e divisórias...

Gosto deste assunto :D

De ianita a 23 de Outubro de 2009 às 23:26
Ah! Bom fim-de-semana!!


eXTReMe Tracker
 
federação