Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
Aventureiro introvertido; Sensível idiosincratico; Conversador tranquilo; Solitário na multidão; Dedicado desregrado;
texticulos@sapo.pt
20.10.09

"Sociedades, culturas e religiões desenvolveram-se em torno de padrões ou ideologias, práticas e crenças, delas resultaram, normas, valores e instituições, todas elas com a predisposição para resistir ou incorporar a mudança, que surge do contacto com outras, de estímulos internos ou ainda de alterações no contexto em que estas existem. Estes "edifícios" cresceram durante séculos. Alturas houve em que foram agentes de desenvolvimento, noutras, a mais rígida fortaleza conservadora." Escrevi-o no passado por outras razões. Desde à séculos que as brechas nas escrituras e os telhados de vidro de igreja católica são apontados por intelectuais de várias proveniências, com maior ou menor mérito.

 

 

À força de tanto falar de deus, torna-o omnipresente. Nada mau para quem não têm fé, senhor Saramago.

 

"Rationalists are admirable beings, but rationalism is a hideous monster when it claims for itself omnipotence. Attribution of omnipotence to reason is as bad a piece of idolatry as is worship of a stick and stone believing it to be God.", Gandhi dixit.

 

 

link do post texticulos, às 16:06  | comentar

eXTReMe Tracker
 
federação