Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
Aventureiro introvertido; Sensível idiosincratico; Conversador tranquilo; Solitário na multidão; Dedicado desregrado;
texticulos@sapo.pt
4.9.09

O seu legado para música portuguesa é incontornável.

 

Viveu, lutou e morreu na simplicidade e no seu idealisno e deixou-nos uma obra riquíssima.

 

 

"Venham mais cinco, duma assentada que eu pago já
Do branco ou tinto, se o velho estica eu fico por cá
Se tem má pinta, dá-lhe um apito e põe-no a andar
De espada à cinta, já crê que é rei d’aquém e além-mar"

 

 

link do post texticulos, às 09:01  | comentar

De alexandra a 4 de Setembro de 2009 às 14:10
Tenho a discografia completa e por culpa do meu pai ganhei-lhe um gostinho muito especial. As letras são absolutamente fantásticas e aquela voz... corajosa.

eXTReMe Tracker
 
federação