Textículo (*) s. m., texto ridículo; texto pequeno. (* não existe no dicionário)
Aventureiro introvertido; Sensível idiosincratico; Conversador tranquilo; Solitário na multidão; Dedicado desregrado;
texticulos@sapo.pt
22.7.09

Miguel Castelo Branco é um português na Tailândia e mantém dois blogs que sigo com atenção, o COMBUSTÔES e o 500 anos Portugal-Tailândia que merecem ser lidos. Ali descobre-se também Portugal.

 

"Com efeito - as estatísticas não mentem - Portugal realizou o impossível: sobreviveu quase um milénio no escalvado e quase improdutivo canto extremo ocidental da Europa, construiu o Brasil numa dimensão quase continental, resistiu à corrida ao continente africano e aí deixou cinco estados, manteve-se na Ásia até ao limiar do terceiro milénio, arrancou a ferros Timor dos braços da Indonésia muçulmana. Os povos revelam-se na adversidade. A grandeza de Portugal só se revelou quando se finaram as grandes gestas náuticas, as retumbantes vitórias militares e a riqueza da casas da Mina e da Índia. Quando o Império iniciou o seu ocaso, não foram nem os príncipes nem os eclesiásticos purpurados que mantiveram a vida nos Concelhos, que animaram os hospitais e as Misericórdias, que reuniram fazendas e sangue para refazer os panos de muralha. Até mesmo quando o inimigo sobre nós triunfou e quando por cavalheirismo de guerra permitiu que os Homens Bons reunissem família e pecúlio e zarpassem para terras portuguesas, nos mais pequenos rincões ficaram os pobres aos quais coube resistir silenciosa e teimosamente.


 
 

 

link do post texticulos, às 12:03  | comentar

De Margalhos a 22 de Julho de 2009 às 14:19
Onde é que já ouvi isto...comportamentos transcritos no DNA, é o que é!!!

De texticulos a 22 de Julho de 2009 às 14:51
Agora sou cientificamente agnóstico! :P

eXTReMe Tracker
 
federação